jusbrasil.com.br
5 de Agosto de 2021

O Direito ajuda a realizar sonhos? O que Fly, o pequeno guerreiro, ensinou-me.

Dragon Quest colocou o desejo no meu coração e o Direito me ajudou a realizar.

Silvimar Charlles, Bacharel em Direito
Publicado por Silvimar Charlles
há 4 meses

E aí pessoal! Tudo certinho?

Quando criança, aproveitando bem essa fase e sem arrependimentos atuais, eu assistia vários desenhos animados e "viajava" naquelas histórias da luta do bem contra o mal... Era tão bom ao final de cada episódio quando o herói vencia o vilão e, melhor ainda, quando o vilão não era tão mal assim, era simplesmente alguém frustrado ou magoado por algo no passado. Assim, tinha um em especial que gostava muito, Fly, o pequeno guerreiro, que fez muito sucesso antes mesmo de Dragon Ball (com Goku ainda criança). No anime, de forma bem resumida, Fly, um garoto de 12 anos desejava crescer e se tornar um herói.

A mensagem de abertura

Na abertura do anime tinha uma canção que até hoje me traz boas lembranças e uma parte que marcou-me muito dizia: "...defender quem precisa de ajuda, a justiça em primeiro lugar, pois todo herói de verdade pelo bem sempre tem que lutar...".

Aquelas palavras me inspiravam, Por isso, eu dizia: "quando crescer, eu quero ser super-herói, eu quero fazer o bem, eu quero ajudar as pessoas". E esse pensamento orientou a minha vida até hoje.

Obs: na foto de infância, estou eu e meu irmão amigo, Silvio Jr.

E você cresceu Silvimar?

Ao menos em estatura SIM, mas continuo com o espírito de criança. Não entendo por que, agora como adulto, tenho que "fazer o perfil" de adulto. Por que não posso me molhar na chuva? Por que tenho que ser tão sério? Por que não posso dançar e me alegrar como uma criança sem se importar com quem está olhando? Por que não posso ser espontâneo, sincero e ter a humildade pueril de uma criança? Nada disso impede as responsabilidades que a vida de adulto nos impõem.

E você se tornou um Super-herói?

Certamente que não com os poderes do Superman, Shazam ou Terry Bogard (da ilustração acima). Mas o Direito nos ajuda a ser super-heróis invisíveis do dia a dia nas vidas das pessoas. Deixa que eu te conto.

Obs: a foto acima foi em uma apresentação da faculdade.

A Faculdade de Direito

Logo nos primeiros dias de aula tem aquela pergunta meio clichê: "Por que Direito?". Eu, respondi com aquela empolgação peculiar de aluno do primeiro semestre: "quero dar uma contribuição importante para a sociedade e acho que a formação em Direito é o melhor caminho". Ou seja, ser super-herói sem super poderes.

No início da minha graduação, eu já tinha formação técnica e trabalhava numa indústria cervejeira. Eu ficava me imaginado idoso, recebendo meus netos numa chácara e eles me perguntando: "Benção meu vô, o que o senhor fez da sua vida?" eu não gostaria de responder que a minha existência se resumira em não deixar máquinas paradas. Eu queria (e quero) mais... Por isso, pedir desligamento. Na época, eu também já estudava para concursos públicos e olha o que aconteceu...

Obs: foto FaceApp imaginado que estarei ainda tão bonito assim na velhice.

Local onde precisa-se de super-herói

Já contei como, depois de viajar por vários estados fazendo provas de concursos públicos, vim parar na prisão (AQUI). Mas logo na prisão Silvimar? Eu também nunca imaginei, mas lembra daquele desejo de infância em "defender quem precisa de ajuda"? e "da justiça em primeiro lugar"? Da canção de abertura do anime Fly? Desconheço outro lugar onde há tantas oportunidades de ajudar, legalmente, através do Direito. Já contei como pensamentos, carregados de sentimentos, atraem pessoas e circunstâncias para realização daquilo que intimamente desejamos (AQUI).

E dar pra ser super-herói na prisão Silvimar?

Simplesmente cumprindo as atribuições do cargo, tornamo-nos super-heróis da vida real para alguns. Já contei da experiência ímpar no dia que recebi a carta de um preso (AQUI), sobre a realidade desconhecida atrás dos muros (AQUI). Contei também se é possível lembrar dos presos como se estivéssemos na mesma condição (AQUI) e é claro que também já contei o que vi, vivi e senti trabalhando na linha de frente da Execução Penal (AQUI).

E o Direito ajuda realmente a realizar sonhos?

Eu digo que SIM, não só pelo retorno financeiro e das oportunidades de atuação, mas por que o Direito ajuda a "defender quem precisa de ajuda", colocando a "justiça em primeiro lugar", pois, os operadores do Direito, em especial advogados, são "heróis de verdade que pelo bem sempre têm que lutar".

Algo seriado ou desenho animado inspiraram vocês durante a infância? COMENTEM

Os operadores do Direito são heróis anônimos da sociedade? COMENTEM

A artigo é útil? É só UM clique: RECOMENDEM

Um forte abraço e até a próxima!!!

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito interessante! Deus abençoe, meu amigo.
P.a.r.a.b.é.n.s! 👏🏽👏🏽 continuar lendo

Excelente texto amigo. E eu bem sei o quanto você faz a diferença na vida das pessoa; Lembra amigo quando conversávamos e nos perguntavamos o porque de estarmos ali?
Pois bem. Eu creio que você agora sabe.
Eu tive a oportunidade de te conhecer e apesar do caminho e de "trabalhar" com você e em um futuro próximo serei uma advogada e terei o maior orgulho em dizer que foi você minha maior inspiração. continuar lendo

Muito top sua historia meu grande amigo, sei tbm que é apenas um pouco de sua linda historia de vida que está construindo com muito afinco, cheio de qualidades e muita alegria, assim é Vc um exemplo para mim e muita gente.Orgulho em sermos amigos. continuar lendo

Perfeito! As palavras foram da alma, dá um ânimo lê-las. Parabéns, Dr. Silvimar, vc tem muito a contribuir com a sociedade. continuar lendo